Categorias
Blog

Religare na Expo 2020

Nossos diretores foram até a cidade de Dubai no Emirados Árabes Unidos para participar da Expo 2020, um dos mais importantes eventos mundiais que reúne diversos setores, como: empresas privadas, ONGs e instituições governamentais de todo o mundo.

O objetivo da viagem é encontrar novos parceiros de nível internacional que possam contribuir com o avanço de pesquisas e tratamentos relacionados às mais diversas síndromes.

A Expo 2020, sediada em Dubai, é um evento que conta com 192 países, entre eles o Brasil, discutindo e apresentando inovações em diversos segmentos. É o maior evento internacional desde a pandemia, sendo assim, de muita relevância para o mundo.

A expectativa é que 25 milhões de pessoas visitem os pavilhões durante o funcionamento da edição. São quase 200 países, incluindo o Brasil, que participam da Expo Dubai 2020.

O pavilhão brasileiro será um grande cubo branco, que trará imagens refletidas do país. A finalidade da estrutura montada é gerar negócios e contatos, além de melhorar a imagem da nação no Oriente Médio.

Categorias
Blog

Religare Lab cria primeiro Hackathon internacional de inovação em saúde

A Religare Lab é um espaço de conexão, aprendizado, experimentação e criação de novos produtos, com o objetivo de desenvolver soluções inovadoras para seus serviços de reabilitação, assim como fomentar ecossistemas de inovação em saúde.

É um projeto idealizado pelo Centro de Reabilitação Religare, clínica especializada no tratamento de síndromes como TEA, Síndrome de Down, entre outros transtornos e síndromes, que viu através da tecnologia a oportunidade de avançar e trazer benefícios à área da saúde, promovendo a melhoria de vida e a autonomia do indivíduo por meio da ciência e tecnologia.

A Religare Lab tem buscado estabelecer relações com profissionais da saúde, pesquisadores, universidades, startups, empresas de tecnologia, etc. já que os serviços para a saúde humana têm sido altamente impactados pelos avanços tecnológicos nas áreas da inteligência artificial, big data, blockchain, realidade virtual e internet das coisas

No mundo todo, os serviços e produtos de base tecnológica voltados para a categoria da saúde receberam mais de US$ 31,6 bilhões no primeiro trimestre de 2021. Esse volume é 23,9% superior ao quarto trimestre de 2020, quando o ecossistema internacional de startups de saúde levantou US$ 25,5 bilhões em aportes.

No Brasil, o mercado de healthtecs, startups voltadas ao setor de saúde, que desenvolvem tecnologias para otimizar todo o ecossistema, quebrou um recorde histórico de investimentos nos primeiros 3 meses do ano de 2021: mais de US$ 90 milhões investidos em startups de saúde nos primeiros dois meses do ano. Ou, para fins de comparação, esse valor corresponde a 85% de todo o volume investido em 2020. 

A partir desse contexto e buscando estimular e fomentar o desenvolvimento de inovações e startups na área da saúde no Brasil e em Portugal, a Religare Innovation Lab promove o HackHealthTech 2021, maior evento de âmbito internacional de inovação em saúde envolvendo instituições destes países, que acontece nos dias 07 e 08 de novembro.

O evento acontecerá simultaneamente em sedes no Brasil e em Portugal, nas cidades de Marília/SP e Leiria, respectivamente. A sede brasileira presencial será na Universidade de Marília – Unimar e, em Portugal, o evento acontece presencialmente no Leiria Startup, hub de inovação ligado à Universidade Politécnico de Leiria.

Nesta edição do evento, importantes instituições brasileiras e portuguesas trarão desafios e oportunidades para os participantes nas áreas da telemedicina, tecnologias de acesso à informação, digitalização de processos e serviços de saúde, dispositivos médicos, gestão e prontuários eletrônicos do paciente, marketplace, jornada do paciente, entre outros.

O evento acontecerá em 2 fases. Na primeira fase no dia 09 de outubro, acontece um seminário online onde especialistas da área de inovação em saúde e instituições do Brasil e Portugal apresentarão desafios e oportunidades de soluções e inovações na área da saúde.

Na segunda fase nos dias 06 e 07 de novembro, acontece o hackathon, maratona de desenvolvimento de soluções na qual, a partir dos desafios apresentados na primeira fase, os participantes reunidos presencialmente ou de forma online em equipes desenvolvem uma solução para os problemas propostos. O processo consiste na ideação, criação de um protótipo da solução e apresentação do projeto para uma banca de avaliação, formada por profissionais de saúde, empresários da área e investidores.

Os participantes contarão com o apoio de mentores nas áreas de Tecnologia da Informação, Marketing, Negócios, Inovação e Empreendedorismo, Saúde e Direito, que acompanharão o desenvolvimento das soluções durante o hackathon.

Durante o hackathon, as equipes poderão participar de forma online ou presencial nas sedes do Brasil e de Portugal. No total, serão distribuídos mais de R$ 50.000,00 em premiação e apoio para aceleração dos projetos para as melhores propostas.

O HackHealthTech 2021 tem o apoio das seguintes instituições: Universidade de Marília, Startup Leiria, Bluefields Aceleradora, Secretaria Municipal de Saúde de Marília, Hospital Beneficente Unimar, Politécnico Leiria e Hitachi.

HackHealthTech 2021

  • Seminário Online de Oportunidades e Desafios: 09 de outubro.
  • Inscrições para o hackathon: 09 a 31 de outubro.
  • Hackathon: 06 e 07 de novembro.
  • Divulgação dos resultados e premiação: 08 de novembro.
  • Site do evento para informações e inscrições: www.hackhealthtech.com.br