Hidroterapia

A hidroterapia é um recurso utilizado pela fisioterapia que associa as propriedades da água à prevenção e ao tratamento de diversas patologias. Consiste na realização de exercícios específicos em piscina aquecida, visando obter uma melhor e mais rápida recuperação do paciente.

Como principais benefícios podemos promover o relaxamento muscular, alívio de dor, ganho da amplitude de movimento, ganho da força muscular global, proporciona liberdade de movimentos, promove melhoras nas atividades de sono e descanso, melhora no sistema cardiorrespiratório, linfático, retorno venoso, melhorando o desenvolvimento e qualidade de vida do paciente.

O diferencial no Centro de Reabilitação Religare é que tanto a Fisioterapia  quanto a Hidroterapia são permeadas pelas melhores práticas dentro da Análise do Comportamento Aplicada, a fim de que os excessos comportamentais não sejam entraves para a evolução do paciente.

Quais são os benefícios da Hidroterapia?

Os benefícios da Hidroterapia podem incluir:

  • Aumento do fluxo sanguíneo no corpo
  • Redução de dores musculares
  • Alivia a rigidez muscular
  • Alívio de sintomas comuns de resfriado (por limpar as vias aéreas)
  • Auxílio ao tratamento de hipertensão
  • Alívio de dores de cabeça

Hidroterapia e Autismo

Os distúrbios do espectro autista se manifestam de várias maneiras, desde problemas de comportamento e comunicação até deficiências cognitivas e de desenvolvimento. Por esse motivo, existe uma grande variedade de opções de tratamento possíveis para crianças com autismo, incluindo terapias comportamentais, terapias ocupacionais e muito mais.

Um tratamento comum para crianças com TEA é a hidroterapia. A hidroterapia utiliza da imersão em água para a obtenção de ganhos terapêuticos que podem ser mais dificultosas para as crianças alcançarem por meio de terapias físicas/terrestres.

Os benefícios da Hidroterapia para crianças com autismo

A hidroterapia, como dito acima, é um ótimo exercício. Exercício e atividade física são tão importantes para a saúde física e bem-estar de crianças com TEA quanto para aquelas sem. Infelizmente, muitas crianças autistas podem ter dificuldade em se exercitar devido a deficiências motoras, baixa motivação, falta de confiança ou falta de orientação estruturada. Entretanto tudo isso pode mudar com a aplicação da terapia.

A falta crônica de exercício físico pode ser uma das razões pelas quais crianças com autismo têm maior risco de ficar acima do peso do que a população em geral, de acordo com alguns estudos. Os exercícios da hidroterapia podem ajudar nessa questão, além de garantir que suas funções motoras e resistência necessárias para continuar exercitando-se por conta própria.

 

Abrir Conversa
Entre em contato conosco!
Entre em contato conosco!