Nosso Blog

Organização é tranquilidade

Organização é tranquilidade

Como a rotina pode promover o bem-estar e autonomia nas crianças e adultos com TEA?

Como a rotina pode promover o bem-estar e autonomia nas crianças e adultos com TEA?Quem tem um filho autista ou conhece alguém neurotípico sabe a valorização e importância que a rotina tem para essas pessoas. Principalmente, quando se trata de vivenciar o período das festas de final de ano.  Mas por que seguir a rotina é de tamanha importância? Imagine que viajará para um lugar novo, sem roteiro ou planejamento. Naturalmente virão questões como “onde irei me hospedar? Como gastarei o dinheiro? Qual o valor das coisas que irei consumir?”, isto é, apesar do bom proveito é provável – e natural – a insegurança. O mesmo ocorre com crianças e adultos autistas, tornando a previsibilidade de acontecimentos como atividades que serão feitas: O que acontecerá, se ocorrerá algo diferente no dia, algo mais seguro. Quando o oposto acontece é natural sensações de irritação, tristeza e desconforto. Portanto, a antecipação é sinônimo de segurança.

Em situações onde a pessoa não possui autonomia ou possui autonomia parcial, uma rotina pré-estabelecida se faz necessária. Existem inúmeras formas de pôr em prática a organização, a mais conhecida é através dos PECS (Picturing Exchanging Communication System), um método que consiste na troca de figuras e auxilia na memorização de atividades como escovar os dentes, tomar banho e outras atividades da vida diária. Uma opção, por exemplo, é inserir as imagens em uma agenda (calendário social), representar nos ícones as atividades que serão feitas nos dias e antes de dormir fazer uma retrospectiva do que foi feito e ler em conjunto as atividades do dia seguinte. A sensação de segurança é inevitável e é a partir dela que se é capaz de fazer leves alterações e promover autonomia.

Tudo bem, mas agora que entendi melhor a importância da rotina, como posso estimular sua autonomia e a sensação de segurança mesmo em momentos onde as coisas ocorrem fora do esperado/planejado?

Um exercício interessante é fazer um passeio surpresa (e antecipar em dias anteriores que durante a semana isso ocorrerá) e leva-lo(a) à um lugar que ele(a) goste muito e se divirta, pois assim a criança ou adulto aprenderá que o inesperado também pode ser agradável.

Outro exercício importante é colocar a “quebra de rotina” dentro da própria rotina, isto é, antecipar através de calendários e/ou fotos eventos que podem naturalmente interferir numa rotina pré-estabelecida, como aniversários, festas da escola, viagens, etc. Assim a pessoa se sente mais segura e preparada para o que está por vir.

Caso haja uma crise e criança ou adulto seja abalada emocionalmente por ruptura na rotina, é fundamental respeitar o espaço e o tempo dela para se recuperar. Leve-a(o) a um lugar silencioso e tranquilo, converse sobre o que está acontecendo, tenha paciência, deixe-a(o) se reorganizar e passe segurança.

Ainda assim, independente de qualquer fator é essencial para uma pessoa com TEA ir à terapias para que não só questões relacionadas a rotina como sensibilidade sensorial, praxia fina entre outros tantos possíveis fatores sejam trabalhados. Nós da Religare – Centro de Reabilitação oferecemos um ambiente acolhedor e completo para cuidar de você e da sua família. Contamos com Terapia ABA, Denver, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Psicopedagogia, Psicomotricidade, Musicoterapia, Fisioterapia e Hidroterapia e uma equipe preparada e pronta para recebê-los de braços abertos. Caso queira conhecer mais sobre nosso trabalho você pode agendar uma visita pelo número (11) 4319-2522. Aguardamos vocês!

Abrir Conversa
Entre em contato conosco!
Entre em contato conosco!