Nossas terapias

Terapia ABA

ABA é uma sigla para Applied Behavior Analysis que é Análise do Comportamento Aplicada. É uma ciência que tem como objetivo a qualidade de vida humana, através da mudança de comportamento. A ABA produz métodos e tecnologias com práticas com as melhores evidências científicas para a intervenção no tratamento de indivíduos dentro do Espectro do Autismo.

O tratamento se inicia com Avaliação onde utiliza Testes padronizados e validados, além de minuciosa Avaliação Interdisciplinar, isto feito e com os dados são definidas as intervenções mais adequadas de acordo com as necessidades do paciente.

 

Modelo Denver

O Modelo Denver de Intervenção Precoce (Early Start Denver Model – ESDM) é uma forma de terapia comportamental para crianças com autismo entre 12 e 48 meses de idade.

O modelo é baseado nos métodos da Terapia ABA (Análise do Comportamento Aplicado). Este método se distingue pelo uso de estratégias de ensino. O grande objetivo é ensinar as crianças através de jogos, sem deixar de lado os princípios da ciência da análise aplicada ao comportamento.

 

psicologia

Cada vez mais em ascensão, a Psicologia é a área da ciência responsável pelo estudo comportamental das pessoas desde o nível individual ao coletivo.

Por possuir metodologias embasadas academicamente, naturalmente ramificam-se diversas abordagens. Inúmeras áreas acabam sendo possíveis de se trabalhar com a psicologia, como clínicos, sociais, educacionais e trabalhistas, por exemplo. Havendo compreensão e proposta de soluções com base no bem-estar e desenvolvimento das pessoas.

Inúmeros fatores podem afetar negativamente a vida de alguém, sejam problemas cotidianos, traumas, insatisfações, etc. Por isso o trabalho do psicólogo é tão fundamental, afinal possuem capacidade de escuta qualificada, aprimorada através de anos de estudo, e por consequência, tornando-os capazes de analisar e mostrar alternativas que parecem difíceis de resolver.

psicopedagogia

A psicopedagogia baseia-se em compreender como acontece a construção do conhecimento, tal como os processos de aprendizagem humana, e por consequência, promover uma maior eficácia da educação. Trata-se portanto da união entre a pedagogia e a psicologia. Não obstante, é uma área ainda mais multidisciplinar, abordando conhecimentos de neurologia e também de antropologia.

A abordagem psicopedagógica envolve quatro pilares principais: psicológicos, pedagógicos, afetivos e cognitivos. Esses aspectos são de fundamental importância na área ao observar os comportamentos da criança, já que são responsáveis também por sua noção do espaço em que habita.

Terapia ocupacional

O que é a Terapia Ocupacional

Segundo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CFFITO), a Terapia Ocupacional é definida como a prevenção e  ao tratamento de indivíduos portadores de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psicomotoras, decorrentes ou não de distúrbios genéticos, traumáticos e/ou doenças adquiridas, através da sistematização e utilização da atividade humana como base de desenvolvimento de projetos terapêuticos.

O terapeuta ocupacional compreende a atividade humana como um processo criativo, criador, lúdico, expressivo, evolutivo, produtivo e de auto manutenção do indivíduo.

Terapia Ocupacional e TEA

A criança aprende sobre o mundo quando interage com ele, usando as informações que chegam a elas pelos sentidos e o brincar – é o principal recurso da terapia ocupacional, pois a criança se desenvolve através do lúdico, a principal atividade de vida diária na infância.

No TEA, o terapeuta ocupacional auxilia o indivíduo a melhorar a sua qualidade de vida em todos os âmbitos. O terapeuta ocupacional ajuda a introduzir, manter e melhorar as habilidades para a maior autonomia e independência do indivíduo, dentro de suas potencialidades.

cabines de fono

O que é o processamento auditivo?

Processamento auditivo é definido como a eficiência e eficácia com que o sistema nervoso auditivo utiliza a informação auditiva (ASHA 2005). Para processar a informação auditivamente, os sons têm que ser detectados e interpretados, isto é, (o que fazemos com que ouvimos?). Os estímulos devem ser captados pelo sistema auditivo periférico e codificados neuralmente, sendo assim transformados e interpretados internamente, que serão analisadas e interpretadas pelo Sistema Auditivo Central (ASHA 2005).

Transtorno do processamento auditivo

Déficit no processamento neural do estímulo auditivo que não pode ser atribuído a fatores de ordem superior como a linguagem, a memória e a atenção. No entanto, pode levar ou estar associado a dificuldades de linguagem, aprendizagem e comunicação. Embora o TPAC possa co-existir com outros transtornos (TDAH, comprometimento da Linguagem) e dificuldade de aprendizagem), não é resultado destes transtornos.’’ ASHA (2005).

 

Fonoaudiologia

Fonoaudiologia é uma Ciência na Saúde da comunicação humana, que abrange o atendimento a  recém nascidos até a 3a idade e vai muito além de “ensinar a pessoa a  falar…” A fonoaudiologia tem como objetivo reabilitar a comunicação de crianças e adultos, que muitas vezes pode estar alterada por diversas razões, como autismo, síndromes, alterações neurológicas, deficiência auditiva, ou até mesmo um atraso de linguagem sem nenhum outro fator associado.

No Centro de Reabilitação Religare, a intervenção fonoaudiológica visa facilitar a comunicação entre o paciente e o seu meio social (família, escola, amigos), por ter uma população centrada na infância e adolescência, assistida basicamente no TEA e outras comorbidades. Então, há ações desde a avaliação, promoção, prevenção, habilitação, reabilitação e  aprimoramento em linguagem oral e escrita, audição, fluência, voz e motricidade orofacial, através de terapias lúdicas e individuais, com orientações às famílias.

musicoterapia

A musicoterapia é o conjunto de técnicas que utiliza a música e seus elementos na prevenção, tratamento e reabilitação do indivíduo. Sendo uma terapia auto expressiva ela visa facilitar e encontrar caminhos de comunicação que trabalham não só a linguagem verbal. Geralmente, são usadas músicas e sons, sempre utilizando o universo sonoro como discurso principal. 

A musicoterapia também aperfeiçoa a qualidade de vida e melhora as condições físicas, sociais, comunicativas, emocionais, intelectuais, de saúde e bem estar.

psicomotricidade

A psicomotricidade é uma ciência que analisa o indivíduo através do seu corpo em relação ao meio sócio afetivo, cognição e movimento, buscando o aprimoramento global de todos os aspectos do seu desenvolvimento, percebendo o ser humano como ser integrado nas áreas supracitadas. Diante disso, para fins terapêuticos, no Centro de Reabilitação Religare a Psicomotricidade atua diretamente na prática motora, de forma preventiva e terapêutica, buscando melhoria do esquema corporal, ampliação do repertório motor e interação com o outro, estimulando os aspectos afetivos, além de interação com o ambiente em que está inserido.

Tendo como estratégia circuitos psicomotores, estratégias lúdicas, intervenções variadas, respeitando as demandas apresentadas por cada paciente, além das bases específicas da especialidade, sendo o Controle da Tonicidade, Equilíbrio, Esquema Corporal, Estruturação Espaço-Temporal, Lateralidade e Praxias Globais e Finas.

fisioterapia

Fisioterapia é a ciência da saúde que estuda, diagnostica, previne e recupera pacientes com distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano. Trabalha com doenças geradas por alterações genéticas, traumas e/ou enfermidades adquiridas.

O objetivo desta área é preservar, manter, desenvolver ou restaurar (reabilitação) a integridade de órgãos, sistemas ou funções. Utiliza-se de conhecimento e recursos próprios como parte do processo terapêutico nas condições psico-físico-social para promover melhoria de qualidade de vida. (CREFITO-9).

Método therasuit

O método Therasuit é um programa de fisioterapia intensiva. O mesmo trabalha com pessoas com desordens neuromusculares que necessitam de repetições para aprender novas habilidades motoras, além de outros ganhos como: melhor coordenação, ganho de força muscular, flexibilidade, resistência e equilíbrio.
O protocolo utiliza equipamentos e técnicas especializadas, como a Gaiola, que é a Unidade de Exercícios Universais, e uma veste especial, que é uma órtese dinâmica chamada Therasuit.

Método bobath

O método Therasuit é um programa de fisioterapia intensiva. O mesmo trabalha com pessoas com desordens neuromusculares que necessitam de repetições para aprender novas habilidades motoras, além de outros ganhos como: melhor coordenação, ganho de força muscular, flexibilidade, resistência e equilíbrio.
O protocolo utiliza equipamentos e técnicas especializadas, como a Gaiola, que é a Unidade de Exercícios Universais, e uma veste especial, que é uma órtese dinâmica chamada Therasuit.

Hidroterapia

A hidroterapia é um recurso utilizado pela fisioterapia que associa as propriedades da água à prevenção e ao tratamento de diversas patologias. Consiste na realização de exercícios específicos em piscina aquecida, visando obter uma melhor e mais rápida recuperação do paciente.

Como principais benefícios podemos promover o relaxamento muscular, alívio de dor, ganho da amplitude de movimento, ganho da força muscular global, proporciona liberdade de movimentos, promove melhoras nas atividades de sono e descanso, melhora no sistema cardiorrespiratório, linfático, retorno venoso, melhorando o desenvolvimento e qualidade de vida do paciente.

O diferencial no Centro de Reabilitação Religare é que tanto a Fisioterapia  quanto a Hidroterapia são permeadas pelas melhores práticas dentro da Análise do Comportamento Aplicada, a fim de que os excessos comportamentais não sejam entraves para a evolução do paciente.

Abrir Conversa
Entre em contato conosco!
Entre em contato conosco!