O que é fonoaudiologia?

O que é fonoaudiologia?

Fonoaudiologia

A fonoaudiologia envolve a avaliação e tratamento de problemas comunicativos e distúrbios da fala. O patologista (aquele que estuda doenças, distúrbios e/ou alterações no organismo) que pratica tal terapia e se dedica à compreensão e tratamento de linguagem e fala é chamado de fonoaudiólogo.

O fonoaudiólogo, portanto, utiliza técnicas, articulações terapêuticas, atividades de intervenção linguística, entre outros dependendo do caso e/ou situação.

Não há idade mínima para intervenção fonoaudiológica, podendo ser aplicada por problemas de fala e comunicação desenvolvidas na infância ou comprometimento da forma de se comunicar em adultos gerados por alguma patologia, como um AVC (Acidente Vascular Cerebral), dano cerebral, entre outros.

Qual a necessidade da Fonoaudiologia?

Existem diversos distúrbios no âmbito da fala, linguagem e comunicação que podem ser tratadas com fonoaudiologia, como por exemplo:

  • Distúrbios de articulação: É a inabilidade de formar com eficácia certos sons de palavras. Uma criança com este tipo de distúrbio pode trocar, distorcer, adicionar ou remover sons de algumas palavras. Exemplos (mais comuns em crianças): “Manoese” (maionese), “Troncole” (controle), “Ximirica” (mexirica), “Camiage” (maquiagem), “Macurujá” (Maracujá), entre outros.
  • Distúrbios de fluência: Afeta como as palavras fluem, velocidade e ritmo da fala. A disfemia (gagueira) é um exemplo deste tipo de distúrbio, onde a pessoa possui dificuldade em pronunciar um som, tendo como possível causa um bloqueio, interrupção ou repetição de palavras, vogais ou consoantes. Pode ocorrer também com o distúrbio de fluência uma fala extremamente rápida, misturando palavras e por consequência sua sonoridade. 
  • Distúrbios de ressonância: É quando ocorre o bloqueio ou obstrução do fluxo aéreo regular nas cavidades nasais ou orais, alterando as vibrações responsáveis pela qualidade da voz. Isso pode acontecer também se a válvula velofaríngea (válvula que separa a cavidade nasal e oral em atividades que envolvem fala e deglutição) não fechar corretamente. Os distúrbios de ressonância são frequentemente associados à fissura palatina (fissura labial), distúrbios neurológicos e amígdalas inchadas. 
  • Distúrbios receptivos: A pessoa que sofre com este tipo de distúrbio tem dificuldade em entender, compreender e processar o que os outros dizem. Isso pode causar a sensação de desinteresse quando alguém está falando, ter dificuldade em conduzir a conversa e/ou ter um vocabulário limitado. Outros distúrbios de linguagem, autismo, perca de audição ou lesões cerebrais podem também levar à um distúrbio de linguagem receptivo. 
  • Distúrbios expressivos: Um distúrbio de linguagem expressiva é a dificuldade de transmitir ou expressar informações. Se você possui algum tipo de distúrbio expressivo, você pode ter dificuldade de formar frases, assim como usar incorretamente o tempo verbal. Está associado à deficiências no desenvolvimento, como Síndrome de Down e perda auditiva. Também pode resultar de traumatismo craniano ou má condição médica. 
  • Distúrbio de comunicação-cognitiva: A dificuldade em comunicar-se por conta de uma lesão em alguma área cerebral que controla a habilidade de pensar é referida como um distúrbio de comunicação-cognitiva. Este tipo de distúrbio pode resultar em problemas de memória, solução de problemas e dificuldades de fala e escuta. Ela pode ser causada por problemas biológicos, desenvolvimento anormal do cérebro, algumas condições neurológicas, lesões cerebrais ou AVC. 
  • Afasia: Trata-se de um distúrbio de comunicação adquirido que afeta a capacidade de uma pessoa falar e entender com eficácia os outros. Também afeta, com frequência, a capacidade de ler e escrever. A principal causa (ou mais comum) de afasia é o AVC, embora outros distúrbios cerebrais também possam causar. 
  • Disartria: Essa condição é caracterizada por uma fala lenta ou “arrastada” devido a uma fraqueza ou incapacidade de controlar os músculos usados na fala. É mais comumente causada por distúrbios no sistema nervoso e condições que causam paralisia facial, fraqueza na língua ou garganta, como Esclerose Múltipla, Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e AVC.

Como funciona a Fonoaudiologia para crianças

Para os(as) pequenos(as) a fonoaudiologia pode ocorrer em sala de aula, grupos pequenos ou individualmente. Os exercícios e atividades fonoaudilógicos variam de acordo com o distúrbio, as necessidades individuais e a idade da criança. Vale a pena ressaltar que cada caso é um caso e portanto, cada terapia terá seu próprio planejamento. Durante a sessão fonoaudiológica para crianças, o terapeuta pode:

  1. Interagir conversando, brincando, usando livros, retratar objetos como parte da intervenção para auxiliar e estimular o desenvolvimento da linguagem. 
  2. Modelar sons e sílabas corretas para a criança durante a brincadeira (de acordo com a idade) para mostrar e ensinar como pronunciar certos sons.
  3. Fornecer estratégias e lições de casa para a criança, pais ou cuidadores sobre como praticar a fonoaudiologia em casa.

Como funciona a fonoaudiologia para adultos

A fonoaudiologia para adultos também começa com uma avaliação para determinar suas necessidades e o melhor tratamento. Os exercícios fonoaudiológicos podem auxiliar com a fala, linguagem e comunicação cognitiva. A terapia pode incluir também um auxílio para que o paciente possa reaprender funções de deglutição ocasionada por lesão ou condição médica, como doença de Parkinson, entre outras. Os exercícios podem envolver:

  1. Solução de problemas, memorização, organização e atividades voltadas à melhorar a comunicação cognitiva. 
  2. Técnicas de conversação para melhorar a comunicação social.
  3. Exercícios de respiração para ressonância.
  4. Exercícios para fortaleces músculos orais.

Por quanto tempo é necessário fazer a terapia de Fonoaudiologia?

O tempo que será dedicado ao paciente pelo fonoaudiólogo depende de alguns fatores, incluindo:

  • Idade
  • Tipo e severidade do distúrbio da fala
  • Frequência das terapias
  • Condição médica subjacente (não explícita)
  • Tratamento da condição médica subjacente

Alguns distúrbios da fala começam na infância e melhoram com a idade, enquanto outras permanecem na fase adulta e portanto requerem terapia a longo prazo e suas adaptações/manutenções.

Quão eficaz é a Fonoaudiologia?

Além de tudo que vimos acima, a fonoaudiologia para crianças por exemplo tem o respaldo científico, assim como a comprovação de sua eficácia, pela US National Library of Medicine – National Institutes of Health (PubMed Central), ainda mais com o início precoce, práticas em casa e envolvimento da família, parentes ou cuidadores. A terapia fonoaudiológica reflete não só na criança/adulto como em todos ao redor.

A fonoaudiologia não só é capaz de melhorar e tratar inúmeros aspectos e distúrbios em crianças e adultos como também, com intervenção desde cedo, pode melhorar a comunicação, autoconfiança e autoestima.

Onde posso encontrar terapia fonoaudiológica para crianças e adultos?

Na clínica Religare contamos com os melhores fonoaudiólogos do mercado para avaliar cada demanda e planejar o melhor setting terapêutico possível. Nós valorizamos o indivíduo, e portanto, cada planejamento será feito para tratar e cuidar das necessidades individuais de cada um. Além disso, contamos com uma cabine de fonoaudiologia que aprimora habilidades auditivas, promove melhorias na comunicação, dificuldades escolares e todos os tipos de dificuldades no processamento auditivo. Através deste método e técnica, obtem-se uma melhor plasticidade neural, isto é, a capacidade do sistema nervoso de se adaptar a diferentes estímulos, promovendo mudanças anatômicas e/ou funcionais no sistema responsável pelas informações auditivas. Este tipo de terapia que provemos, por exemplo, é tão eficaza que é capaz de otimizar os circuitos neurais por meio do estímulo à neurogênese, isto é, aumento do número de neurônios, melhoria no tempo de sincronia neural e aumento de conexões sinápticas.

Além disso, Fonoaudiologia, também oferecemos Terapia ABA, Psicologia (para pais, cuidadores, crianças), Psicopedagogia, Terapia Ocupacional, Musicoterapia, Psicomotricidade, Fisioterapia e Hidroterapia em um único lugar! Gostaria de agendar uma visita? Entre em contato conosco pelo número (11) 4319-2522 e agende agora mesmo. Aguardamos ansiosamente sua visita!